Quinta-feira
18 de Outubro de 2018 - 

Acesso do Usuário

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Processos históricos serão transferidos para Centro de Memória do TJGO

Com 144 anos de fundação, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) tem um vasto arquivo judicial que remonta a história da sociedade. Os processos poderão, em breve, serem conferidos pelo público no Centro de Memória do Poder Judiciário, na cidade de Goiás, com inauguração prevista para dezembro. Para montar esse acervo, as comarcas mais antigas serão visitadas a partir do dia 15 deste mês. Cabem aos diretores dos foros assinarem o termo de transferência, uma vez que os autos vão integrar, definitivamente, o museu. Quem fará a análise das ações é a responsável pelo arquivo de Luziânia, Maria Lúcia de Castro, que já fez trabalho semelhante para exposição na ocasião dos 140 anos do TJGO. Segundo a servidora, a intenção é fazer um recorte de situações que marcaram época nacionalmente. “O Judiciário participa de toda a sociedade e, nas páginas dos processos, podemos ver as mudanças históricas ao longo desses anos”, conta. Como exemplo, Maria Lúcia relata encontrar ações assinadas pelo imperador Dom Pedro I, ou ainda, autos envolvendo escravos e pena de morte. “Um processo, por exemplo, relata pena de chibatas a um escravo a serem cumpridas em praça pública, certificadas por oficial de justiça. Outro, requer assinatura do termo de bem viver, a uma mulher que fazia festas e saía com homens casados, para não ter mais condutas imorais, sob pena de ir para prisão”. Tweet
10/10/2018 (00:00)
Visitas no site:  756022
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia